24 de fevereiro de 2017
Comentário( 1 )

Eu não gosto de Carnaval! Será?

Eu não gosto de Carnaval, ou melhor, não gostava. Descobri, com o Padecendo na Folia, que AMO CARNAVAL. Aí tive que repensar minha vida e meus conceitos para entender porque nunca gostei de Carnaval e agora amo.

Eu não gosto de Carnaval! Será?

Claudyne Duarte

  • Carnaval sempre foi oba oba, pegação e eu nunca gostei disso;
  • Carnaval sempre tem a tal da mão boba. O sexo masculino (não considero homem) passa a mão na sua bunda, quando não é na frente. O que já dei de tapa, xingo e chega pra lá não é brincadeira;
  • Carnaval sempre foi homem suado relando em quem passa. Como pode, não poder nem circular que vem um suado, sem camisa relando na gente, credo;
  • Carnaval sempre foi xixi em qualquer lugar sem respeito algum. Homens com as “bengalas” de fora e muitas vezes mulheres agachadas no chão. E o cheiro nos cantos e canteiros… insuportável;
  • Carnaval sempre foi bebedeira e coisas sem limites e eu nunca gostei disso.

Aí vem o Padecendo na Folia, ah o Padecendo na Folia e quebra meu coração de pedra para o Carnaval. Me mostra que há organização, que há banheiro, que há gente educada e que respeita, que não precisa passar a mão e nem ficar relando, que você pode circular no meio da multidão com as crianças que ninguém vai te atropelar, que você vai encontrar várias pessoas conhecidas e se divertir muito, que todos podem tomar sem se embebedar e aproveitar muito.

Que as charangueiras são mais populares que as paquitas e, principalmente, vem o Padecendo na Folia e te mostra que sua filha AMA CARNAVAL e no auge dos seus 5 anos de idade torna-se a sambista e aproveita cada segundo. AMA os ensaios e me pede pra ir.

Obrigada Padecendo por tirar esta visão deturpada e proporcionar momentos tão especiais para minha família!

Claudyne

Eu não gosto de carnaval
Arquivo pessoal

Leia também:

Sempre odiei carnaval! Nunca vi propósito neste tipo de comemoração

COMENTE: