28 de outubro de 2015
Comentário( 0 )

10 dicas para uma festa Piquenique

Festas são momentos de descontração e diversão. As pessoas esquecem seus problemas, saem da rotina e relaxam. Então porque não informalizar o que já deveria ser informal? Que tal faz uma festa piquenique para curtir com os amigos? Veja 10 dicas para uma festa Piquenique por Carol Gilbert da empresa  Vai Ter Festa para tornar a sua festa mais descolada e inesquecível! Entre no clima!

10 dicas para uma festa Piquenique

10 dicas para uma festa Piquenique

 

1. Toalha Quadriculada

Quando se pensa em Piquenique, logo vem à cabeça a toalha quadriculada! Item que não pode faltar, é claro! Pode ser pequena, pode ser grande, ela tem que estar presente. Lembrem-se sempre de encontrar um local mais gramado para afofar o seu assento. No nosso caso, antes de estender a toalha, forramos o chão com esteiras de palha para deixar a base bem confortável!

2. Sombra!

Queremos um dia bonito e ensolarado para o Piquenique, mas sol na cabeça ninguém quer! Então encontre uma boa sombra, ou se puder, leve um guarda sol. Usando várias cores e modelos cria-se um ambiente agradável e protegido do sol.

3. Almofadas e futons

Almofadas e futons de todos os tamanhos e cores! Essas peças são essenciais para dar conforto aos seus convidados e alegrar ainda mais a sua festa!

4. Caixas de isopor

Se você quer ter bebidas geladas, é bom mantê-las no gelo. Poxa, mas isopores são peças tão feias… Nós transformamos e revestimos todos os nossos isopores com tecidos alegres e coloridos para não ficarem de fora da linda decoração!

5. Flores

Sendo num parque ou até na sua própria casa, festa piquenique pede flores! Podem ser do campo, astromélias, girassóis, etc. Flores alegram o ambiente e trazem uma sensação de aconchego.

6. Finger Foods

Comidas práticas: as famosas “finger foods”, ou comida de dedos. Lanches práticos que não necessitam de pratos e talheres são uma ótima opção para festa piquenique em parques.

7. Lixeiras

Já que o propósito é utilizar o espaço público, levar uma cesta de lixo é uma dica que não pode faltar. A ideia seria levar 2: um para lixo não reciclável e outra para os recicláveis como caixas de suco e pratos e copos de plástico. As nossas latas de lixo são todas feitas com retalhos e muito carinho!

8. Bolos individuais

Bolo em pedaços: Para evitar esquecer a faca do bolo, sugerimos bolos individuais! É uma ideia super diferente e prática para um piquenique no parque!

9. Brincadeiras simples

Para melhor aproveitar o espaço aberto e público, nada melhor que as brincadeiras e jogos tradicionais. Sugerimos levar, ou até mesmo fazer, bolinha de sabão, bambolê, cata-ventos, amarelinha e até mesmo uma boa corrida!

10. Leveza e descontração

E a dica mais importante e essencial de todas é que você leve com você a leveza e a descontração!

 

Dicas da:

Vai Ter Festa

 

 

 

COMENTE:

02 de outubro de 2015
Comentário( 0 )

Nunca perca sua fé – Por Márcia Lins

Faz um ano que fiz a cirurgia para retirada do câncer e que minha vida voltou ao normal, bem parece que ao normal, mas na verdade…Nunca perca sua fé. (leia como começou essa história: Lições de vida)

É impressionante como a dor nos faz enxergar a vida sobre outra perspectiva. Tudo ao meu redor passou a ser muito mais colorido, tenho tido muito mais cuidado com as palavras e mais ainda com as pessoas. Quem me conhece de verdade, sabe que depois que tive o câncer, passei a levar uma vida muito mais leve, tentando solucionar minhas questões e não fazendo dos meus problemas uma bola de neve.

Nunca perca sua fé – Por Márcia Lins

Quem lê meus textos deve pensar, ela só fala da vida após o câncer e antes como era a vida da Marcinha? Pra ser bem sincera, era do mesmo jeito, sempre fui muito amada pela minha família e sempre tive muitos amigos, também tive muita sorte porque me relacionei com pessoas de bom coração, porém a diferença é que antes da dor, eu não sabia valorizar tudo que eu tinha, era muito estressada, reclamava muito e não sabia a importância da minha saúde e posso dizer com toda certeza que saúde é o nosso maior bem.

Pós retirada da mama

Fazendo uma avaliação desse um ano pós-cirurgia de retirada da mama, chego à conclusão que tenho tido muito mais qualidade de vida e tempo. Organizei-me melhor e hoje consigo fazer minhas 24 horas serem prazerosas. Trabalho com o que eu gosto, curto minha família, tenho tempo pra ler, me exercitar (um pouco de preguiça, confesso), mas tenho tempo.

…na verdade estou muito feliz, me sinto uma mulher muito mais segura, tenho a rédea da minha vida em minhas mãos, não tenho mais a beleza que tinha antes, não tenho mais meus seios, quando eu os tinha, não tinha autoestima.

Hoje tenho autoestima e adoro todas as minhas rugas, manchas, pintas, cicatrizes, elas são o desenho da minha história.

Tenho paz e gratidão, sou grata por recomeçar todos os dias e quando acordo, peço a Deus pra ser uma pessoa melhor, porque meu novo Eu, precisa ser exercitado todos os dias para que meu velho Eu não volte mais.

É um aprendizado diário, uma loucura, aliás, devo confessar, prefiro os loucos, os que ousam, os que têm coragem, tenho medo de quem quer ser perfeito, medo de gente muito certinha, medo que minha vida volte ao normal.

Reconstrução das mamas

Esse ano fiz a cirurgia de reconstrução das mamas, não me senti mais mulher ou mais bonita após a cirurgia, hoje pra mim a saúde é muito mais importante do que a estética. Ainda acho importante ter um pouco de vaidade, mas isso não pode ser a batuta da vida.  Se eu puder dar um conselho a alguém, eu diria:

– Se cuide e nunca perca sua fé.

COMENTE: